segunda-feira, 7 de junho de 2010

Mudanças por Carolina Pires

Queria fazer entrevistas para o blog já faz tempo. Quando soube que uma amiga estava novamente de mudanças, vi que seria uma oportunidade ótima para iniciar esta modalidade de post aqui na Casa de Firulas.

Conheçam então a badalada fotógrafa carioca Carolina Pires, de 30 anos, e suas experiências com mudanças!

Filha de militar, Carol, como é chamada pelos amigos, está acostumada a mudar bastante de casa desde pequenininha e com o passar do tempo foi adquirindo um know how para mudança que poucos têm!

Conversei com Carol e pedi para ela compartilhar um pouco os seus pensamentos e algumas dicas sobre esse ritual sempre importante na vida de qualquer pessoa!

Desde menina mudando sempre de cidade... O que uma mudança de casa significa para você?

Carolina Pires - Mudança pra mim significa recomeço, mudança de pensamentos, me prometer que vou acumular bem menos coisas e tentar ter somente o mais necessário possível, mesmo que esse "necessário" sejam muitas coisas (risos). Mudar a cor das paredes e principalmente, mudar como eu vejo o lugar onde moro. Adoro também novas vistas da janela.

Apartamento antigo de Carol vazio logo após a mudança

- Existe algum ritual, ou rotina, que você geralmente segue na hora de empacotar as coisas para a mudança, ou na hora de sair da casa velha e entrar na casa nova?

Carolina Pires - Não faço rituais, mas gosto de eu mesma encaixotar as fotografias, os cadernos antigos, meu textos pessoais, meus escritos. Releio tudo. Cartas, crônicas, e-mails que por ventura eu imprimi por ser importante... A mudança por si só já traz embutida uma idéia de "novidade", de recomeço, de mais uma tentativa, mas não significando que qualquer outra tentativa não deu certo, é mais uma de várias que deram certo. Mudança, a princípio, me traz nostalgia.

- Para você, o que faz de uma casa, um lar?

Carolina Pires - Pra mim um lar é a minha casa com a minha cara. Ou seja, as minhas cores, os meus livros, as minhas fotografias e quadros prediletos. A casa onde eu entro e me sinto muito bem e onde as pessoas entrem e digam "nossa, é a SUA casa!". Eu tenho conseguido isso nas 3 últimas casas que morei quando saí da aba dos meus pais.


Caos antes da arrumação no apartamento novo

- Na sua casa sempre tem tempo (ou espaço) para...

Carolina Pires - Minha casa SEMPRE tem espaço para os amigos. Eu já penso no sofá-cama, na cortina da sala no caso de dormirem por lá, na fotografia deles na parede, copos para beberem, pratos legais para servir.

Carol feliz comemorando na casa nova!

- Por último, tem alguma dica boa para facilitar a vida de quem, assim como você, também está de mudança?

Carolina Pires - Minha dica é: doe TUDO, absolutamente TUDO que você não usa há mais de um ano e meio. O que você não tiver coragem, eu não preciso dizer, a pessoa guarda e pronto. E outra, não espere para deixar a casa habitável depois. Eu nem entrei e já tinha chamado eletricista, porque eu queria mais tomadas, e no dia seguinte foi o pintor. Três dias depois que peguei as chaves eu já estava com o ap sem furos na parede, pintado todo de branco com uma parede verde, tomadas no lugar e os quadros no chão só esperando a tinta secar para serem pendurados. Se deixar passar muito tempo, os olhos se acostumam com a "feiúra" e não ajeitamos mais nada na casa! Não é preciso ter grana, mas sim vontade!!!

As chaves da casa nova viraram joia pelas lentes de Carol

As fotos que ilustram esse post são todas do arquivo pessoal de Carol. O fato de ser fotógrafa faz a moça conseguir ver de uma maneira bonita até uma atividade caótica como uma mudança! :)

Para conhecer o trabalho lindo de Carolina Pires entrem no site dela. Ela é membro da ISPWP (International Society of Professional Wedding Photographers) e recentemente foi premiada pelo instituto!

UPDATE: Visitem também o flickr dela que tem sempre fotos recentes de casamentos maravilhosos que ela fotografa pelo Brasil todo! Bom não só para conferir as fotografias lindas mas também para ver boas ideias de decoração de festas inspiradoras!

5 comentários:

Cintia Branco disse...

Mirella,
Adoro mudança... De casa, de bairro, de estado... Adoro.
Desde que estou em Sinop já mudamos 8 vezes e temos mais uma prevista para o começo do próximo ano (se Deus quiser) para a NOSSA casa.
Mas meu marido não cai mais nessa de mudança, agora se precisamos mudar ele chama a transportadora e deixa eles fazerem tudo, guardar, empacotar, instalar. Ele não coloca a mão em nada, se não sou eu achar caixas e conseguir um tempo para guardar minhas calcinhas, até isso ele mandaria os moços fazerem.
A idéia do recomeço é vital para reunirmos forças e seguir em frente, cada vez melhor.
é você a Mirella que está lá sobrevivendo comigo no blog? Se for, seja bem vinda! Ninguém vai me aguentar de tão metida que vou ficar...Companhia ilustre não é para qualquer um.
Beijos

Matutante disse...

Bacana a ideia da entrevista.

Ana disse...

Adorei teu blo e achei uma bela coincidência esta entrevista com a Carolina Pires!
Descobri o trabalho dela há muito tempo e fiquei encantada.
Já postei sobre ela no meu blog também:
"http://roccana2.blogspot.com/search?q=Carolina+Pires"
Um beijo!

Larissa L. disse...

Oi Mirella,
Adorei a entrevista, eu vivi durante 27 anos na mesma casa, não tinha a mínima experiência com mudanças (ainda não tennho) e sempre achei o máximo essas pessoas que se mudavam sempre! hehehe
Bj

Simone Durello disse...

Adorei este blog! muito bom!
Já estou seguindo!
Passa no meu blog, tem muita coisa legal, inclusive a história de como eu tingi meu sofá, mudando totalmente a cor original...
Abraço, Simone
www.euquefizsim.blogspot.com

Postagens relacionadas

Related Posts with Thumbnails