segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Casa de Firulas em Santiago!

Passei a semana do Natal em Santiago. Foi a minha segunda visita à capital chilena e desta vez pude curtir com mais calma a cidade, que é bem diferente das demais capitais da América da Sul, mas tem seu charme e suas atrações!

Como sempre, não vou fazer um post guia (não sou a pessoa mais apropriada para isso), mas vou contar algumas coisitas legais que fiz, que comi e alguns achados decorativos! :)

Santiago é uma cidade bem urbana e de prédios novos. Se você espera encontrar praças arborizadas como as de Buenos Aires, ou prédios antigos e cheios de bossa como os de Montevidéu, esqueça!

Em compensação, a cidade conta com ótimas opções de passeios, bares e cafés espalhados por todos os lugares. E tem uma infraestrutura muito legal para os turistas "self-service" que gostam de ir para cima e para baixo por conta própria.



1. Fazer um passeio em uma vinícola é meio básico para quem vai a Santiago. Fui na mais turística de todas, a Concha y Toro. Não é a mais apropriada para quem quer ver a produção de vinho (eles não produzem mesmo o vinho lá, só estocam) mas a fazenda é maravilhosa! Tem uma casa dos sonhos! Vale muito o passeio!

2. Diferente de Buenos Aires e Montevidéu, não custa barato comer em Santiago :(. A notícia boa é que beber vinho custa bem pouco! :) Geralmente o mesmo que um copo de chopp ou uma lata de refrigerante.  Eu, com minha enxaqueca, não posso tomar muito vinho, então fui de chopps, poucos drinks com espumantes (também com preços amigos) e de pisco sour!

3. e 4. Vale a pena reservar um dia para dar uma volta calmamente no centro da cidade (fiquei impressionada como ele é limpo!). Passei pelo Palácio do Governo, a Câmara dos Deputados e os prédios dos arredores. Se você, assim como eu, curte história, vá ao Museu Pré-Colombiano. Ele tem várias peças das culturas que habitavam as Américas antes de Colombo aportar por essas bandas.


5. A duas horas de Santiago fica Viña del Mar. É uma cidade balneário delicinha para ficar esparramada na praia no verão. Cuidado que o clima mais friozinho engana. Torrei bonito! Capriche no protetor solar.



6. No bairro da Bella Vista, você pode fazer o passeio de funicular para o Cerro San Cristóbal e também conhece a La Chascona, uma das casas onde viveu o poeta Pablo Neruda, passeio imperdível para nós que curtimos assuntos do lar! O bairro é superagradável! Tem muitos restaurantes e uma vida noturna agitada! Em um dos meus passeios pelas ruas da Bella Vista achei essa casinha bem charmosa. Na garagem tinha uma parreira que estava "pesadinha" de uvas. Olha que amor!

7. Outro bairro gostoso de passear é a Providencia. Tem vários cafés, lojinhas e é bem movimentado! Se bater a canseira você pode parar em uma das lojas da rede Crepes & Waffles e devorar uma sobremesa maravilhosa de frutas silvestres com o seu "true love" :)

8. 9. 10. Parque Arauco, um dos shopping centers mais agradáveis que já fui! Tem vários restaurantes bem legais ao ar livre e todas as lojas mais bacanas de Santiago. Os grandes magazines Paris, Ripley e Falabella estão lá. Para as mocinhas perfumadas, no Parque Arauco está também a única loja da Lush na América Latina! Agora preparem o coração que o melhor mesmo está guardado no terceiro andar, todo dedicado à decoração e ao design!

Me esbaldei bonito na Casa Ideas, a melhor loja ever de coisinhas para o lar! É coisa de louco, gente! Uma loja gigante com todos os tipos de fofurices e apetrechos lindos para o lar a preço de banana! Não vou mostrar nada que comprei aqui agora, vou mostrando devagarzinho no blog, ok? No terceiro andar tem também a loja Pórtico, que eu conheci em Montevidéu, vocês lembram?

11. 12. Aluguei um flat na minha estada em Santiago. Foi legal pois tinha uma microcozinha e assim pude explorar bastante o supermercado que ficava em frente, o Santa Izabel. Já falei outras vezes aqui no blog que faço questão de sempre passear por supermercados de outros países! Acho tudo de bom! A surpresa bacana dessa vez foi o Chandelly sabor Lúcuma com chantilly, uma fruta andina de sabor difícil de explicar (uma mistura de pêssego, baunilha e manteiga), usada em sorvetes e sobremesas no país. Delicioso! Também experimentei o tal de Mote con Huesillos que os chilenos comem compulsivamente nas ruas. Trata-se de um suco de pêssego bem doce, com grãos de aveia cozidos e duas passas de pêssego dentro. Você come e bebe. Parece ruim, mas é bom, refrescante e vende em toda esquina!

Voltei descansada e feliz!

Antes de ir, peguei dicas em alguns blogs que me ajudaram. Vou listá-los aqui para quem se animou e resolveu passear em Santiago também:


Outro modo de viajar
Destemperados - Chile (restaurantes)
Futilish

Que venha a próxima viagem! Rápido "porfa" (como diz um bom chileno!) :)

4 comentários:

Carmen Martins disse...

Que delícia, Mi! Viajei com você, agora! Estive em Santiago e fiquei 10 dias por lá; também conheci tudo o que pude, como se fosse uma moradorada da cidade. Tive a sorte de assistir um espetáculo no Teatros Sollis - sem palavras para descrevê-lo. Saudades!!! beijos querida

Adriana Alencar disse...

Que viagem maravilhosa, gosto de cidades bem urbanas, acho que iria adorá-la! E só de pensar em poder tomar vinho dessa qualidade baratinho já anima, não?
beijo,
Adri

Ingrid Luiggi disse...

Mila!Muito bom o seu post!!! Nao sabia que esse wafle maravilhos era do Crefes&Wafles!! Esse rede é colombiana e é muito gostosa!!!
Abriu uma aqui em São Paulo no Shopping Vila Olimpia, mas na vez que fui o atendimento foi bem ruim, uma pena... mas vou tentar de novo!
Beijos

Ana Matusita disse...

Oi Mirella!
Super legais as dicas!
Irei com a família e amigos pra Montevidéu e Santiago, então vou "guardar" sua postagem!
bj,
Ana

Postagens relacionadas

Related Posts with Thumbnails